Top Banner

Click here to load reader

Implantação do Complexo Petroquímico da Petrobras em ...marte.sid.inpe.br/col/dpi.inpe.br/[email protected]/2006/11.16.01.33/doc/... · PDF fileIvan de Oliveira Pires 1 Claudine....

Nov 10, 2018

ReportDownload

Documents

dinhcong

  • Implantao do Complexo Petroqumico da Petrobras em Itabora, RJ. Classificao do

    uso do solo e da cobertura vegetal das sub-bacias dos rios Cacerebu e Macacu, Bacia

    Leste da Regio Hidrogrfica da Baa de Guanabara.

    Ivan de Oliveira Pires 1 Claudine Torres da Silva 2 Lisandra Gomes Mateus 3

    1 Universidade Federal Fluminense UFF Departamento de Anlise Geoambiental

    Instituto de Geocincias Avenida Litornea, s/n, Boa Viagem

    Niteri, RJ, CEP 24030-340 [email protected]

    2 Universidade Federal Fluminense - UFF Departamento de Anlise Geoambiental

    Instituto de Geocincias Avenida Litornea, s/n, Boa Viagem Niteri, RJ, CEP 24030-340. [email protected]

    3 Universidade Federal Fluminense - UFF Departamento de Anlise Geoambiental

    Instituto de Geocincias Avenida Litornea, s/n, Boa Viagem Niteri, RJ, CEP 24030-340. [email protected]

    Abstract. During the last eight years, the Geoambiental Analysis Department (Departamento de Anlise Geoambiental) offers a course, the Geotechnology in practice to analyze hidrograficas basins (Geotecnologias Aplicadas a Anlise de Bacias Hidrogrficas). Among subjects, there is an important ones, digital treatment of images in which second period students of the current year made a program to/about Digital Mapping of the use of the ground e vegetal covering of region the sub-basins the of the rivers Caceribu and Macacu that belongs to hydrographic area of guanabara bay, east margem where Petrobras plans to begins workmanships of the COMPERJ (Complexo Petroqumico do Estado Rio de Janeiro) in 2007. To develop the subject matter, the image 217.76 b of TM/LANDSAT 7 satellite bands 3,4,5 e PAN, tracking of 2002 and cartographic base available with permission of CIDE (Centro de Documentao e Dados do Estado do Rio de Janeiro). The results were digital map used in supporting of recognition of the work area and the Digital Mapping of the use of the ground e vegetal covering of of area in observation. An easy obtaining the image method web and digital program image are fundamental to success of the technical/ academic/ scientific activities. Nowadays, this region has its main ecosystem with considerable problems related to preservation and imobiliaria speculation.

    Palavras-chave: education, remote sensing, hidrograficas basins, educao, sensoriamento remoto, bacia hidrogrfica.

    6051

  • 1. Introduo

    A Petrobras lanou em abril de 2006, a pedra fundamental do Complexo Petroqumico do Rio de Janeiro (COMPERJ), com capacidade para processar 150 mil barris por dia de petrleo pesado nacional e produzir matria-prima petroqumica e derivados. Projeto de US$ 3,5 bilhes na primeira fase e at US$ 9 bilhes includas as fabricantes de resinas polimricas e transformadores plsticos. O complexo ser construdo nos municpios de Itabora e So Gonalo, no Estado do Rio de Janeiro, estando o lanamento das obras previsto para o incio de 2007, para que possa entrar em operao a partir do final de 2011. A expectativa de criar 212 mil empregos (diretos, indiretos) durante as obras e 50 mil na fase de plena operao. As obras comeam no incio de 2007, para que o projeto possa operar no final de 2011 com possibilidade de ampliao em dez anos. Na implantao das empresas de segunda gerao, devero ser incorporados outros 212 mil empregos (PETROBRAS, 2006).

    Itabora destacou-se, segundo ainda a mesma notcia, por dispor de infra-estrutura logstica, como a proximidade do porto de Itagua, dos terminais de Angra dos Reis, Ilha dgua e Ilha Redonda e sinergias com outros empreendimentos como a Refinaria Duque de Caxias e industrias petroqumicas, alm da proximidade com o Centro de Pesquisas da Petrobras (CENPES), a 38 quilmetros. Em funo destas facilidades, a escolha foi a que indicou menor investimento total.

    Outro aspecto relevante em relao a Itabora est relacionado com a atividade industrial local que no compromete a qualidade do ar e ainda permite expanses futuras.

    A avaliao scio-econmica contemplou os aspectos de zoneamento, o uso e a ocupao do solo, os impactos scio-ambientais e os riscos, considerando a presena de ncleos urbanos a cerca de 15 quilmetros. A estrutura fundiria, composta de stios e fazendas com predominncia de pastagens de baixo aproveitamento, tambm foi observada nos estudos.

    Outro aspecto est relacionado com o nmero de habitantes na zona de influncia, considerando os municpios de Mag, So Gonalo e Cachoeira de Macacu, que de 1,3 milho, que sero fornecedores de mo-de-obra e beneficiados pela implantao do projeto.

    O Departamento de Anlise Geoambiental da UFF (ex Cartografia) foi o pioneiro no Brasil, ainda em 1982, a oferecer a disciplina Sensoriamento Remoto para cursos de graduao. Primeiramente como disciplina optativa para o curso de Geografia e para demais cursos interessados. Atualmente, esse mesmo curso desdobra-se em dois mdulos (Sensoriamento Remoto I e II) complementares sendo obrigatrio para os cursos de Geografia, Geofsica e Engenharia Agrcola, e optativo para os cursos de arquitetura e engenharia Ambiental. Sensoriamento Remoto aplicado a anlise ambiental oferecido para o mestrado em Cincia Ambiental e para a especializao em Geotecnologias Aplicada a Anlise de Bacias Hidrogrficas e cujo resultado prtico alcanado pela turma 2006 em parte aqui apresentado.

    2. Desenvolvimento

    Regio da Bacia Leste da Baa da Guanabara A regio hidrogrfica da baa de Guanabara compreende uma rea de 4.081 Km2 drenada

    por 52 rios. Devido s suas dimenses e a diversidade ambiental, social e cultural, foi dividida em 39 sub-bacias atravs do Plano Diretor de Recursos Hdricos da Baa de Guanabara (PDRH-BG). Por esse plano a bacia foi dividida em 2 comits: Comit das Bacias Oeste da Guanabara e Comit das Bacias do Leste da Guanabara.

    6052

  • Figura 1 Regio da Bacia Leste da Baa de Guanabara, RJ. (Fonte:PETROBRAS/2006) por essa regio, que corresponde a sua margem oriental que a baia, recebe o seu maior

    aporte de gua doce, ou seja, cerca de 70% do total (PIRES,1992). tambm nessa mesma regio onde pretende-se implantar o COMPERJ, mais precisamente, entre os mdios baixos cursos dos rios Caceribu e Macacu os municpios de Itabora e So Gonalo. A jusante deste trecho, a cerca de 8 Km encontram-se os limites da rea de Proteo Ambiental de Guapimirim que abrange cerca de 141 Km2 e que tem como funo precpua, proteger o principal reduto de manguezais em faixa contnua com cerca de 85%, remanescente em toda a Baa de Guanabara, PIRES (2005). Essa regio, durante o corrente perodo letivo, foi utilizada como rea laboratrio de campo pelo Curso de Especializao: Geotecnologias Aplicada a Anlise de Bacias Hidrogrficas do Departamento de Anlise Geoambiental da UFF.

    O presente trabalho, apresenta resultados bsicos desse processamento, produzidos por monitores que atuam junto as disciplinas, Fotointerpretao e Processamento Digital de Imagens, regularmente oferecida pelo curso.

    3. Metodologia

    A Carta Imagem Nesse trabalho, foi primeiramente produzida a carta imagem como apresentada pela

    figura 2. Foi utilizada uma cena do TME/LANSAT 7, bandas: 3,4,5, obtidas atravs do site do INPE. Foram realizados ento, os procedimentos de composio em falsa cor das bandas espectrais: TM5(infravermelho), TM4 (infravermelho prximo) e TM3(vermelho); aumento de contraste e geoposicionamento. Foi utilizada a base cartogrfica da Fundao CIDE (Centro de Informaes e Dados do Rio de Janeiro), e inseridos sobre a imagem realada e geoposicionada, planos de informaes planimtricas tais como: vias de comunicao, drenagem, toponmia, etc. A carta imagem produzida, permite o reconhecimento e posicionamento das feies do uso e da cobertura vegetal a serem classificadas digitalmente, aumentando assim o nvel de acerto da classificao e economizando recursos com deslocamentos desnecessrios em campo.

    6053

  • Classificao do Uso do Solo e Cobertura Vegetal A temtica do uso do solo e da cobertura vegetal constitui uma fonte de informaes

    bsicas e estratgicas que atendem aos mais diferentes nveis de planejamento territorial: rural e urbano, e nos mais variados nveis de generalizao de escalas de representao entre 1/250 mil a 1/10 mil (regional, semi-detalhe e detalhe).

    Por se tratar de uma regio de extrema heterogeneidade de feies do uso e ao mesmo tempo, de cobertura vegetal diversificada e espectralmente correlacionadas como floresta Ombrfila, Mangue, Mangue Alterado, etc., foi necessrio recortar a seo relativa a APA de Guapimirim que concentra nesta regio o ecossistema manguezal e a coleo de guas Litorneas nela contida.

    Vale ressaltar que tanto a carta imagem quanto a classificao digital foram elaboradas atravs do programa ENVI , verso 4.1 comercializada pela empresa Sulsoft. Destacamos que nos dois processamentos, carta imagem e classificao digital, foi utilizada a mesma composio colorida, em falsa cor.

    O procedimento descrito anteriormente de recortar seo de feies com alta correlao entre ecossistemas diferentes em muito aumentou o nvel de acerto desta classificao.

    O sistema de classificao compem-se de 12 classes e sub-classes: gua - compreendendo numa s classe as guas da baa, principais rios e lagoas. Ambiente Manguezal - correspondendo as diversas sub-classes de mangue preservado

    e alterados. Florestas - foram discriminadas 3 subclasses de sucesso secundria: Avanado,

    Mdio e Inicial. rea Urbana - engloba 3 sub-classes: Densa, Mdia e Rarefeita. rea Agrcola - engloba culturas temporrias diversificadas. Pastagens Campo Salino - ecossistema hialino, periodicamente inundado. Solo Exposto - reas agrcolas em repouso, de terraplanagem recente e lixes em

    periferia urbana. Sobre o mapa digital foram plotados os limites da APA de Guapimirim e os possveis

    limites do futuro Comp

Welcome message from author
This document is posted to help you gain knowledge. Please leave a comment to let me know what you think about it! Share it to your friends and learn new things together.