Top Banner
AFINAL, O QUE É ARTE E PARA QUE ELA SERVE? Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES DA ARTE
25

Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Apr 07, 2016

Download

Documents

Welcome message from author
This document is posted to help you gain knowledge. Please leave a comment to let me know what you think about it! Share it to your friends and learn new things together.
Transcript
Page 1: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

AFINAL, O QUE ÉARTE E PARA QUE ELA SERVE?

Imag

em: M

arce

l Duc

ham

p,19

17 /

Pisu

ar /

Dom

ínio

blico

.

Imag

em: L

eona

rdo

da V

inci

/La

Goico

nda,

150

3-15

05 /

Mus

eu d

o Lo

uvre

/ Do

mín

io P

úblic

o.AS FUNÇÕES DA ARTE

Page 2: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

A arte representa uma das primeiras formas inventadas pelo homem para marcar sua presença no mundo.

Imagem: Yann / Pintura em pedra / GNU Free Documentation License.

Page 3: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

É através de objetos e formas (pinturas, esculturas, quadros, objetos religiosos, filmes, fotografias, etc.) que o homem representa sua vivência no mundo, transmitindo-a às gerações futuras.

Imag

em: A

leija

dinh

o / A

njo,

San

tuár

io d

e M

atos

inho

s, Br

asil

/ Dom

ínio

Púb

lico.

Page 4: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

A função da arte ou o seu valor não estão no retrato fiel da realidade, mas na visão do artista ao recriar essa realidade ou idealizá-la através de seu objeto artístico, ou seja, de sua representação simbólica do mundo humano.

Imag

em:C

andi

do P

ortin

ari /

Des

cobe

rta d

a te

rra, 1

941

/ Li

brar

y of

Con

gres

s, U

SA G

over

nmen

t /D

omín

io P

úblic

o.

Page 5: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

O Artista

O Observador

A Obra de Arte

Para a existência da arte, são necessários três elementos:

Page 6: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

O ArtistaÉ aquele que cria a obra, partindo do seu conhecimento concreto, abstrato ou individual, transmitindo e expressando suas ideias, seus sentimentos e suas emoções em um objeto artístico (pintura, escultura, desenho, etc.) que simbolize esses conceitos.

Imagem: Rembrandt / O artista em seu estúdio, 1626-28 / Museu de Belas Artes de Boston / Domínio Público.

Page 7: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

O ObservadorÉ o público que,

no contato com a obra, pode chegar ao conhecimento de mundo que ela traz. Para isso, o observador usa sua sensibilidade para entendê-la e, através de seus conhecimentos, captar o contexto em que a obra foi produzida e fazer relações com o seu próprio contexto.

Imag

em: ©

Sam

uli L

intu

la /

Crea

tive

Com

mon

s Attr

ibut

ion-

Shar

eAlik

e 3.

0.

Page 8: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

A Obra de Arte

É a criação do artista que é submetida ao entendimento e apreciação do observador. A obra de arte guarda um fim em si mesma, sem precisar de um complemento ou “tradução”, desde que isso não faça parte da proposta do artista.

Imagem: Salvador Dalí / A persistência da memória, 1931 / http://en.wikipedia.org/wiki/File:The_Persistence_of_Memory.jpg

Page 9: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Ao longo de sua história, a Arte nos mostra três funções principais:Função

Pragmática ou UtilitáriaFunção Naturalista

Função Formalista

Page 10: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Pragmática ou Utilitária

A arte com função Pragmática ou Utilitária é aquela usada para fins não artísticos, ou seja, o objeto artístico não possui valor em si mesmo, mas a partir de sua utilidade.

Imagem: Lili Tankova eLubimo Minkov /Cerâmica Trácia /GNU Free Documentation License.

Page 11: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Pragmática ou Utilitária

Um exemplo de arte pragmática pode ser observado em adornos ou objetos da arte sacra.

Imag

em: J

osé

Mar

ía Ib

arra

rán

y Po

nce

/ Cor

ação

Sag

rado

, 18

96 /

Dom

ínio

Púb

lico.

Page 12: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Pragmática ou Utilitária

Para a arte pragmática, não interessa se a obra tem ou não qualidade estética, mas se ela cumpre seu papel moral de atingir a finalidade a que se prestou.

Imagem: Jakub Hałun / Yi do Marquês Qi da China / Museu de Pequim / GNU Free Documentation License.

Page 13: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Naturalista

Para o artista naturalista, o objeto artístico precisa manter-se fiel à realidade, representando-a da forma mais natural possível. Assim, seu conteúdo pode ser melhor apreendido pelo observador.

Imagem: William Bliss Baker / Escodidos no Feno, 1881 / Domínio Público.

Page 14: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Naturalista

A obra naturalista retrata objetos, pessoas ou lugares, buscando a correta representação desses. Disso vem a importância da perfeição técnica. Im

agem

: Fra

ns H

als /

Ret

rato

de

René

Des

carte

s, c.

1649

-17

00/ D

pmín

io P

úblic

o.

Page 15: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função Formalista

A arte com função formalista atribui maior qualidade à forma de apresentação da obra, ao seu significado e aos motivos estéticos.

Imag

em: J

uan

Gris

/Ret

rato

de

Pabl

o Pi

cass

o ,1

912

/ Art

In

stitu

te o

f Chi

cago

/ Do

mín

io P

úblic

o.

Page 16: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Função FormalistaTanto os elementos que compõem a imagem quanto sua organização contribuem para transmitir e expressar as ideias e emoções do artista, ou seja, o artista tem plena liberdade de criação.

Imagem: Claude Monet / Impressão do pôr do sol, 1872 / Musée Marmottan Monet, Paris / Dimínio Público.

Page 17: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Arte Figurativa ou Figurativismo

Consiste em retratar e expressar a figura de um lugar, de um objeto ou de uma pessoa de modo que esses possam ser reconhecidos.

Imag

em: J

an V

erm

eer /

O a

stro

nom

o, c

. 166

8 / D

omín

io P

úblic

o.

Page 18: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Arte Figurativa ou Figurativismo

Em Caruaru, no interior de PERNAMBUCO, encontra-se o Alto do Moura, que foi reconhecido pela Unesco como o maior Centro de Artes Figurativas das Américas. No Alto do Moura, praticamente toda casa é ateliê e todo morador é artesão.

Imag

em: P

atric

k-br

/ Bo

neco

s de

Barro

na

entra

da d

o Es

paço

Cu

ltura

l Tan

cred

o Ne

vesx

, Car

uaru

/ G

NU

Fre

e D

ocum

enta

tion

Lice

nse.

Page 19: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Arte Abstrata ou Abstracionismo

A arte abstrata utiliza-se somente das formas cores e texturas, sem retratar nenhuma figura. Com isso, ela rompe com a figuração ou representação naturalista da realidade.

Imag

em: W

alde

mar

Sm

olar

ek /

Pint

ura

a ól

eo a

bstra

ta e

m

Pape

l / G

NU

Fre

e D

ocum

enta

tion.

Page 20: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

A função social da arte A arte é uma forma de conhecimento humano, tal como as religiões, as ciências e a filosofia. Ao auxiliar o ser humano a conhecer seus mais elevados ideais, ela auxilia o exercício da virtude. A virtude, elevado ao mais alto patamar é a própria redenção do ser humano – é o afastamento definitivo da vida medíocre e vazia. Através da pintura, da música, das artes plásticas, do cinema, do teatro e da literatura, a arte é fundamental para formar o senso crítico, moldar a moral de uma época, provocar e instigar questionamentos a respeito da condição humana. A interação com a arte se dá necessariamente pelos sentidos, mas o efeito provocado não se restringe ao que empiricamente se verifica, uma vez que há diálogo com as experiências e habilidades cognitivas do indivíduo.

Page 21: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Da interação entre indivíduo e obra de arte nasce a compreensão, a resposta do indivíduo e a verificação da verdadeira capacidade da obra ressoar no universo cultural. Por mais tosco que um indivíduo seja, ele reage a arte, nem que seja com desdém. Mesmo que a obra não suscite admiração, ela fornece ao indivíduo mais um parâmetro para suas vivências. O conceito de beleza, coragem, honestidade, entre outros valores, forma-se através do artesão, que, em sintonia com o seu tempo e seu meio, produz arte.

É bem verdade que existe arte de diversas qualidades. Artistas verdadeiros conseguem passar seu recado à alma de seu público. Há arte e entretenimento. Enquanto a arte busca esses ideais elevados, o entretenimento busca afastar o tédio e apressar a passagem das horas. Cabe ressaltar que arte e entretenimento não são tipos puros; uma obra de arte pode ser também uma obra de entretenimento.

Page 22: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

A arte, no âmbito social, cumpre no mínimo duas funções: incentiva o indivíduo ao aperfeiçoamento e à virtude, promovendo uma sociedade melhor e demonstra à sociedade sua essência. Quanto mais informação, mais fácil fica tomar uma decisão, e esse autoconhecimento social é fundamental para promover um desenvolvimento de acordo com as características e peculiaridades de um dado grupo.

Deste modo, assegurar a liberdade da expressão, promover o pleno desenvolvimento das manifestações artísticas, tornando-a rentável economicamente sem concessões no conteúdo e facilitar o acesso aos vários tipos de obra são de vital importância para a evolução da sociedade como um todo. A arte auxilia o ser humano a singrar o grande vazio da existência; emancipa-o de seus instintos e subordina-os à sua razão, o que aumenta a distância não muito grande entre as pessoas e os animais irracionais. (Eder Luis T. Kamitani)

Page 23: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

"Por meio da Arte é possível desenvolver a percepção e a imaginação, apreender a realidade do meio ambiente, desenvolver a capacidade crítica, permitindo ao indivíduo analisar a realidade percebida e desenvolver a criatividade de maneira a mudar a realidade que foi analisada.”

Page 24: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

Imagem: Sandro Botticelli / Nascimento

da Vênus, 1469 / Domínio Público.

Imag

em: L

eona

rdo

da V

inci

/ Ret

rato

de

Cecil

ia

Galle

rani

, c.

149

0/ N

atio

nal M

useu

m, K

rakó

w

/Dom

ínio

Púb

lico.

BELEZA

PAZ

ADMIRAÇÃO

Vamos refletir um pouco...- Sempre é possível explicar a Arte com palavras? Justifique!- Todos entendem uma obra de arte da mesma forma? - Arte é feita para sentir?- O que é arte para você?

Page 25: Imagem: Marcel Duchamp,1917 / Pisuar / Domínio Público. Imagem: Leonardo da Vinci /La Goiconda, 1503-1505 / Museu do Louvre / Domínio Público. AS FUNÇÕES.

AULA DE CAMPO

No site do museu do LOUVRE, vocês poderão visualizar obras importantes da arte produzida no mundo. Vale a pena acessar: http://www.louvre.fr/

Imag

em: L

eona

rdo

da V

inci

/La

Goico

nda,

150

3-15

05 /

Mus

eu d

o Lo

uvre

/ Do

mín

io P

úblic

o.

PASSEIO VIRTUAL

VISITA AO CESC-GLÓRIADia 21/10 – 9h30Ingresso: R$ 2,00 (com Carteirinha de Estudante ou do Cesc)