Top Banner
Evidências da evolução Evidências da evolução
37

Evidências da evolução. “Nada em Biologia faz sentido, senão à luz da evolução.” Theodosius Dobzhansky Theodosius Dobzhansky.

Apr 22, 2015

Download

Documents

Welcome message from author
This document is posted to help you gain knowledge. Please leave a comment to let me know what you think about it! Share it to your friends and learn new things together.
Transcript
  • Slide 1
  • Evidncias da evoluo
  • Slide 2
  • Nada em Biologia faz sentido, seno luz da evoluo. Theodosius Dobzhansky Theodosius Dobzhansky
  • Slide 3
  • Registros fsseis. Registros fsseis.
  • Slide 4
  • Adaptabilidade dos organismos. Adaptabilidade dos organismos.
  • Slide 5
  • Semelhanas anatmicas / embriolgicas (homologia). Semelhanas anatmicas / embriolgicas (homologia).
  • Slide 6
  • A ontogenia repete a filogenia.
  • Slide 7
  • divergncia evolutiva (irradiao adaptativa). A diversificao funcional de rgos homlogos acarreta a divergncia evolutiva (irradiao adaptativa).
  • Slide 8
  • Semelhanas funcionais (Analogia) Semelhanas funcionais (Analogia)
  • Slide 9
  • convergncia evolutiva (adaptativa). A analogia pode ser o fator explicativo para a convergncia evolutiva (adaptativa).
  • Slide 10
  • Estruturas vestigiais Estruturas vestigiais
  • Slide 11
  • Semelhanas moleculares Semelhanas moleculares Ex.: citocromo c Similares entre humanos e outros animais: Chimpanz (igual) / alguns tipos de baleias (diferem em 8 aminocidos) / aves (diferem em 13 aminocidos) / alguns peixes (diferem em 20 aminocidos) / alguns fungos (diferem em 41 aminocidos).
  • Slide 12
  • Principais teorias evolucionistas Lamarckismo (Jean-Baptiste Antoine de Monet ) Cavaleiro de Lamarck Cavaleiro de Lamarck
  • Slide 13
  • Os seres mais simples surgiam espontaneamente a partir da matria bruta, modificando-se ao longo das geraes. Os organismos no se extinguem, mas uma espcie pode desaparecer em consequncia de sua transformao em outra.
  • Slide 14
  • Lei do uso ou desuso. Lei do uso ou desuso. Lei da herana (transmisso) dos caracteres adquiridos. Lei da herana (transmisso) dos caracteres adquiridos.
  • Slide 15
  • Lamarck foi o primeiro a tirar concluses excitantes, que despertaram minha ateno. Esse to justamente celebrado naturalista foi o primeiro a prestar o eminente servio de chamar a ateno sobre a possibilidade de todas as mudanas do mundo orgnico, e mesmo do inorgnico, serem resultado de leis naturais, e no de interferncias milagrosas. Charles Darwin
  • Slide 16
  • Darwinismo (Charles Robert Darwin)
  • Slide 17
  • Viagem de Darwin (1831-1836)
  • Slide 18
  • O Darwinismo pode ser enunciado em trs concluses, apoiadas em quatro observaes: Observao 1 Observao 1 As populaes naturais tendem a crescer rapidamente, pois o potencial reprodutivo dos seres vivos muito grande. Observao 2 Observao 2 O tamanho das populaes naturais mantm-se relativamente constante ao longo do tempo, sendo limitado pelo ambiente.
  • Slide 19
  • Slide 20
  • Concluso 1 Concluso 1 A cada gerao morre grande nmero de indivduos, muitos sem deixar descendentes.
  • Slide 21
  • Observao 3 Observao 3 Os indivduos de uma populao diferem quanto a diversas caractersticas, inclusive aquelas que influem na capacidade de explorar com sucesso os recursos naturais e deixar descendentes.
  • Slide 22
  • Concluso 2 Seleo Natural Concluso 2 Os indivduos que sobrevivem e se reproduzem, a cada gerao, so preferencialmente os que apresentam determinadas caractersticas, relacionadas com a adaptao s condies ambientais (Seleo Natural).
  • Slide 23
  • Observao 4 Observao 4 Grande parte das caractersticas apresentadas por uma gerao herdada dos pais.
  • Slide 24
  • Concluso 3 Concluso 3 Uma vez que, a cada gerao, sobrevivem os mais aptos, eles tendem a transmitir aos descendentes as caractersticas relacionadas a essa maior aptido para sobreviver, isto , essa maior adaptao. Em outras palavras, a seleo natural favorece, ao longo das geraes sucessivas, a permanncia e o aprimoramento de caractersticas relacionadas adaptao.
  • Slide 25
  • Influncias importantes Thomas R. Malthus (1766 1834)
  • Slide 26
  • O poder da populao infinitamente maior que o poder da terra de produzir os meios de subsistncia para o homem. A populao, se no encontra obstculos, cresce de acordo com uma progresso geomtrica. Os meios de subsistncia aumentam de acordo com uma progresso aritmtica.
  • Slide 27
  • Alfred Russel Wallace (1823 1913)
  • Slide 28
  • - Obteve as mesmas concluses de Darwin (de que as espcies se modificam por seleo natural), estudando aves amaznicas e asiticas.
  • Slide 29
  • Alm das observaes que culminaram na teoria de Seleo Natural, Darwin observou que: As espcies se modificam gradualmente, pelo surgimento de novas caractersticas (apomrficas), a partir de caractersticas ancestrais (plesiomrficas). As espcies se modificam gradualmente, pelo surgimento de novas caractersticas (apomrficas), a partir de caractersticas ancestrais (plesiomrficas). Novas espcies podem surgir, a partir de uma espcie ancestral. Novas espcies podem surgir, a partir de uma espcie ancestral.
  • Slide 30
  • Lacuna da teoria Por qu??
  • Slide 31
  • NeoDarwinismo (Teoria Sinttica /Teoria Moderna da Evoluo) - - Baseado na reinterpretao do Darwinismo luz dos conceitos de gentica sobre a hereditariedade e a variabilidade intraespecfica.
  • Slide 32
  • Princpio fundamental: -A evoluo pode ser explicada pelas mutaes e pela recombinao gnica, orientadas pela seleo natural.
  • Slide 33
  • Tipos de seleo. Estabilizadora . Estabilizadora tipo de seleo em que os indivduos mdios so favorecidos, enquanto h uma seleo negativa para os indivduos que apresentam caractersticas extremas. Exs presso arterial, biometria fetal,...
  • Slide 34
  • . Direcional seleo direcional.. Direcional Quando ocorrem mudanas ambientais e um fentipo antes desfavorvel passa a ser favorecido, fala-se em seleo direcional. Exs Seleo de bactrias resistentes a antibiticos, seleo de mariposas ps- revoluo industrial,...
  • Slide 35
  • . Disruptiva (diversificadora) . Disruptiva (diversificadora) favorece os indivduos portadores de caractersticas extremas em uma curva normal, enquanto os indivduos mdios levam desvantagem. Ex plantas adaptadas / no adaptadas a solos contaminados por metais pesados.
  • Slide 36
  • . Sexual . Sexual Devo dizer algumas palavras acerca do que chamo de seleo sexual. Esta no depende da luta pela existncia, mas sim da luta travada pelos machos visando a posse das fmeas. Para o derrotado a consequncia no morte, e sim a reduo parcial ou total de sua descendncia. Por conseguinte, a seleo sexual menos rigorosa do que a seleo natural. Charles Darwin
  • Slide 37
  • Por qu os animais dotados dos melhores atributos relacionados seleo sexual, nem sempre so os que possuem maior sucesso reprodutivo? Por qu os animais dotados dos melhores atributos relacionados seleo sexual, nem sempre so os que possuem maior sucesso reprodutivo?