Top Banner
A explosão populacional do século XIX A explosão populacional; a expansão urbana e o novo urbanismo; migrações internas e emigração Conteúdo não estruturante
22

2.1.a Explosão Populacional

Dec 22, 2015

Download

Documents

Ana Santos

História 11º
Welcome message from author
This document is posted to help you gain knowledge. Please leave a comment to let me know what you think about it! Share it to your friends and learn new things together.
Transcript
Page 1: 2.1.a Explosão Populacional

A explosão populacional do

século XIX

A explosão populacional; a expansão urbana e o novo urbanismo; migrações internas e emigração

Conteúdo não

estruturante

Page 2: 2.1.a Explosão Populacional

Modelos demográficos: Antigo e Novo

Antigo (XVII)

Alta taxa de mortalidade (35%o)

Alta taxa de natalidade (40%o)

Crises de mortalidade frequentes e devastadoras

Baixa esperança de vida à nascença (25-30 anos)

Baixa esperança de vida aos 5 anos (40 anos)

Alta taxa de mortalidade infantil (296%o)

Novo (XVIII-XIX)

Descida drástica e irreversível da mortalidade (10%o)

Descida mais lenta… da natalidade (20%o)

Redução das crises de mortalidade

Aumento da esperança de vida à nascença (38 - 41 anos)

(1913: 50 anos)

Descida acentuada da taxa de mortalidade infantil (180%o)

Page 3: 2.1.a Explosão Populacional

A explosão demográfica

Entre 1800 e 1914, a população mundial duplicou.

A Europa foi quem mais se destacou (em 1800 tinha 1/5 da população mundial;

em 1900, representava já ¼)

A explosão demográfica assentou numa elevada natalidade (devido à descida

da idade do casamento e diminuição do celibato) e uma diminuição da

mortalidade

Page 4: 2.1.a Explosão Populacional

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA DO SÉC. XIX

NOVO REGIME DEMOGRÁFICO

Diminuição da Mortalidade Recuo da natalidade (a partir de 1870)

• Melhoria dos cuidados de higiene

• Progressos da medicina

• Desenvolvimento industrial,

comercial e agrícola (melhoria da alimentação)

• Desenvolvimento dos transportes

• Melhoria das condições de vida

• Aumento da população ativa

• Propaganda antinatalista

• Diminuição do sentimento

religioso

• Isolamento da família nuclear

• Trabalho feminino

• Paternidade responsável

Estimula

Crescimento

económico,

científico e

técnico

Desenvolvimen

to das cidades

Migração

(interna e

externa)

Empobrecimen

to das camadas

populares

Page 5: 2.1.a Explosão Populacional

A expansão urbana

Page 6: 2.1.a Explosão Populacional

A expansão urbana

Page 7: 2.1.a Explosão Populacional

Fatores do crescimento urbano

Explosão demográfica

• Aumento da população em geral

Êxodo rural

• Provocado pelas transformações económicas no mundo rural (alterações do regime de propriedade e modo de produção)

• Atração pela cidade (esperança de melhores condições de vida)

Imigração

• Fenómeno mundial do séc. XIX-XX

Page 8: 2.1.a Explosão Populacional
Page 9: 2.1.a Explosão Populacional

Problemas da expansão urbana

Viver na cidade estava longe de ser o paraíso!

Superpopulação

Espaço e habitação

Aumento do preço das rendas no

centro

Crescimento de subúrbios

Construção em altura

Circulação

Ausência dos transportes

públicos

Higiene e saúde pública

Ausência de saneamento básico (água,

limpeza, esgotos)

Proliferação de doenças

(epidemias)

Abastecimento

Alimentação, água e

combustíveis

Surgem grandes

mercados

Problemas sociais e

psicológicos

Promiscuidade, marginalidade,

alcoolismo, prostituição, criminalidade

Organizam-se os serviços de segurança

pública, assistência social, serviço de

bombeiros…

Page 10: 2.1.a Explosão Populacional

Novo conceito de urbanismo

Os problemas materiais e morais decorrentes do urbanismo

selvagem dos primeiros tempos levaram as autoridades

municipais a repensar as cidades.

Surge um novo urban i smo, pensado por

arqu i t e tos , u rban i s t a s e f i l an t ropos .

O novo urban i smo t i nha , e s senc i a lmente , duas

preocupações :

C r i a r e s p a ç o s p a r a a b u r g u e s i a ;

P ro p o r c i o n a r c o n d i ç õ e s d e v i d a m a i s d i g n a s p a r a o s

p ro l e t á r i o s .

Page 11: 2.1.a Explosão Populacional

Novo urbanismo

Destruição das antigas muralhas

Avenidas largas

Novas infraestruturas

Abastecimento de água

Iluminação

Rede de esgotos

Espaços para o lazer

Óperas

Teatros

Jardins públicos

Redes de transportes

públicos

Elétricos

metropolitanos

Page 12: 2.1.a Explosão Populacional

Novo conceito de urbanismo

Exemplos de grandes trabalhos de urbanismo (XIX) – obras de renovação,

reordenamento e requalificação urbana nas várias capitais políticas e

grandes portos de comércio e de chegada de imigrantes.

Paris: urbanismo em e x t e n s ã o – p l a n o s d o b a r ã o H a u s s m a n n

Alargamento da área urbana (novas fortificações)

Anexação de novos municípios

Diferenciação : c e n t r o e b a i r r o s a d j a c e n t e s v s . s u b ú r b i o s

Abertura de avenidas praças, parques arborizados (b o u l e v a r d s )

Nova Iorque e Chicago: crescimento em a l t u r a

C o n s t r u ç ã o d e a r r a n h a - c é u s

No entanto, estes planos urbanísticos refletem a segregação social da era

industrial (assimetrias entre o centro bem cuidado e os bairros operários dos

subúrbios)

Page 13: 2.1.a Explosão Populacional

O Flatiron Building, primeiro arranha-

céus construído em Nova Iorque em

1902. Foi em Chicago, na década de 80

do séc. XIX, que se iniciou a construção

de arranha-céus.

Page 14: 2.1.a Explosão Populacional

IMIGRAÇÃOEXPLOSÃO

DEMOGRÁFICAÊXODO RURAL

EXPLOSÃO

URBANA

PROBLEMAS

URBANOS

PROGRESSOS NO

URBANISMO

EXPANSÃO PARA

BAIRROS

ADJACENTES

RENOVAÇÃO DOS

CENTROS

CRESCIMENTO

DOS SUBÚRBIOS

HABITAÇÃO

MISÉRIA

EPIDEMIAS

DELINQUÊNCIA

Page 15: 2.1.a Explosão Populacional

Migrações internas e emigração

Migrações internas

Deslocações sazonais

Grandes culturas que requerem mão-de-obra não permanente

(vindimas, ceifas)

Fluxos migratórios dos campos para as cidades (êxodo rural)

Serviços domésticos (criadas de servir)

Serviços gerais e artesanais (aprendizes, moços de servir, criados)

Emigrações

Forte expressão da emigração da Europa para o resto do mundo

45MA europeus emigraram no séc. XIX (partidas em massa)

“ E x p l o s ã o b r a n c a ” à escala mundial

Page 16: 2.1.a Explosão Populacional

Que tendência geral registou o movimento emigratório europeu? Que fases é possível distinguir nesse

movimento?

Como se justificam as apreensões documentadas na imagem?

Page 17: 2.1.a Explosão Populacional

Que motivos e condicionalismos animaram a emigração europeia?

Page 18: 2.1.a Explosão Populacional

As causas do fluxo emigratório

Pressão populacional

• Governos e sindicatos apoiavam políticas migratórias para contornar os problemas decorrentes daexplosão populacional, como o desemprego e a contestação social

Problemas do mundo rural

• Países desenvolvidos as transformações na agricultura libertavam mão de obra

• Regiões menos industrializadas persistiam as fomes provocadas por maus anos agrícolas

Problemas ligados à industrialização

• Industrialização muito rápida desemprego tecnológico

• Industrialização muito lenta falta de empregos

Revolução dos transportes

• Viagens mais baratas, rápidas e confortáveis

Idealização dos países de destino

• EUA eram vistos como a terra das oportunidades, da promoção social e da tolerância moral

Fuga a perseguições políticas e religiosas

Page 19: 2.1.a Explosão Populacional

Emigrar para a América (1906)

[O lituano] Jurgis tinha ouvido falar da América.

Era, dizia-se, um país onde um homem pode

ganhar três rublos por dia. E Jurgis imaginava o

valor deste salário quotidiano aplicado ao custo

de vida no seu país. Decidiu, pois, partir

imediatamente para a América, para aí se casar e

fazer fortuna.

Não se dizia que, neste país, todos os homens

são livres, sejam ricos ou pobres?

Não seria necessário prestar serviço militar e

pagar a um montão de funcionários; poderia

fazer o que queria e considerar-se igual não

importa a que homem. A América era a terra

prometida com que sonham os jovens

apaixonados. Uma vez reunido o montante para a

travessia, poder-se-ia esperar o fim das

preocupações.Upton Sinclair, escritor norte-americano (1878-1968), The Jungle

Que país ou países forneceram os maiores contingentes de imigrantes aos EUA?

Page 20: 2.1.a Explosão Populacional

Emigração portuguesa

Em que período se intensificou a emigração portuguesa?

Qual era a “terra prometida” dos emigrantes portugueses?

Page 21: 2.1.a Explosão Populacional

Os brasileiros de torna viagem

Page 22: 2.1.a Explosão Populacional